sexta-feira, 12 de agosto de 2011




"As histórias mais bonitas de amor não são as que se escrevem, se idealizam, se sonham, se anseiam, se desejam, se planeiam. São as que se vivem. As que se vivem com o coração a bater fora do peito. As que se vivem com a (in)consciência do risco de tudo perder, mas também de tudo poder ganhar. Só assim vale a pena viver. Sem medo."
 
↑Top